segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Guido: Seria ele um Afro Marley ??

Oi gente, tudo bem? Ontem fui fazer um consulta em domicilio, e não é que me deparei com uma fofura de Labrador Retriever. Me lembrei de cara do filme Marley e Eu e de como amo esta raça. Com seu temperamento inconfundível, superrr, mega, extra agitado, era quase duvidosa a presença de algum problema de saúde. Mas que nada, Guido tinha mesmo um inicio de pneumonia e ainda sinais que indicavam giardíase. Coisas bem comuns para cães que vivem em quintais e não tomam água filtrada.
Fui recebida com muita festa por ele rsrs que nem imaginava quem eu era e o que eu iria
fazer. A alegria durou pouco e logo depois fiz as duas coisas que os cães principalmente os machos odeiam. Mensurei a temperatura e fiz duas aplicações de medicamentos rsrs. Mas o Guido foi um anjo e se comportou muito bem. Também ganhei algumas lambidas no rosto durante a
auscutação.








Mas vamos as coisas principais: Vamos dar mais atenção para a vacinação contra giárdia e tosse dos canis. A V10 é importante sim mas não da para deixar de fazer as outras vacinas também.
Devemos lembrar que os cães devem ser vermifugados a cada 6 meses sempre com a orientação do médico veterinário. E acreditem, os remédios de verme depois de algum tempo causam sim resistência e por isso devem ser sempre trocados!! Consulte o seu veterinário.
Aaaa eu não ofereço agua mineral para meus cães, mas em compensação vacino todos eles corretamente!! Afinal, tenho que dar o exemplo né??

Algumas características da raça Labrador Retriever:


GERAL: muito ativo, de constituição robusta e tronco curto; o crânio é largo; o peito e as costelas são largos e profundos; lombo forte, assim como, os posteriores.

CARACTERÍSTICAS: bom temperamento, muito ágil; excelente faro, cuidadoso ao recolher a caça (boca macia); vidrada por água. Companheiro dedicado, de fácil adaptação ao meio.

TEMPERAMENTO: inteligente, perspicaz, obediente, com forte desejo de servir. De natureza gentil, sem qualquer indício de agressividade ou da indesejável timidez (falta de coragem).

CABEÇA E CRÂNIO: largo com stop bem definido. Contorno bem delineado, sem ser bochechudo. Maxilares de comprimento médio, poderosos e não afilados. Trufa larga, com narinas bem desenvolvidas.

OLHOS: tamanho médio, de cor marrom ou avelã, com expressão inteligente e bom temperamento.

ORELHAS: de tamanho médio, de inserção, preferivelmente, bem para trás, portadas caídas rente às faces, sem ser pesadas.

MAXILARES: os maxilares e os dentes são fortes, com a mordedura em tesoura perfeita, regular e completa, isto é, os incisivos superiores sobrepõem-se aos inferiores em contato justo e inseridos ortogonalmente aos maxilares.

PESCOÇO: forte, robusto e sem barbelas, inserido em ombros bem acoplados.

ANTERIORES: ombros inclinados e escápulas longas. De qualquer ângulo, os membros anteriores apresentam uma ossatura bem desenvolvida e reta, desde os cotovelos até o solo.

TRONCO: peito de boa largura e profundidade, com costelas arqueadas em barril. Linha superior nivelada. Lombo largo, curto e forte.

POSTERIORES: bem desenvolvidos. Garupa bem desenvolvida, sem inclinação em direção à cauda. Joelhos bem angulados. Jarretes de vaca são altamente indesejáveis.

PATAS: redondas, compactas; dígitos bem arqueados e almofadas plantares bem desenvolvidas.

CAUDA: característica da raça, conhecida por "cauda de lontra": muito grossa na raíz, adelgaçando gradualmente para a ponta, comprimento médio, sem franjas, completamente revestida por uma pelagem curta, espessa e densa, conferindo uma aparência roliça. Portada alta, mas sem enroscar sobre o dorso.

MOVIMENTAÇÃO: com desenvoltura e cobertura de solo adequada. Os anteriores e posteriores realmente alinhados.

PELAGEM: outro aspecto característico da raça. Curta e densa, com ligeira aspereza ao toque, sem ondulações ou franjas; subpêlo resistente às intempéries.

COR: totalmente preto, amarelo ou fígado/chocolate. A gama dos amarelos vai desde o creme claro ao vermelho (da raposa). Permitida pequena mancha branca no peito.


4 comentários:

  1. Que lindos! :)
    Adoro o teu blog, Dani!

    Thor

    ResponderExcluir
  2. que coisa mais fofa! sou fã de vira-latas, mas essa raça consegue sempre me chamar a atenção... mto lindo o seu paciente!

    ResponderExcluir
  3. Dra Dani! Que coisa mais linda!!! Beijocas!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Também amo demais essa raça, acho lindo todo cachorro que tenha ainda que apenas semelhança com o labrador.
    E tenho um vizinho igualzinho o seu paciente da foto; o nome dele é Pluto. Dos donos eu não sei direito...

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! Qualquer dúvida pode me contactar pelo meu WhatsApp 98383-6913!